Prefeitura Municipal de Grao Mogol

Pontos Turísticos


Circuito Lago de Irapé

Nas regiões do Norte de Minas Gerais e Vale do Jequitinhonha há algumas cidades que conseguem ser maravilhosas graças a suas diversidades de belezas naturais e culturais. Os aventureiros e as pessoas interessadas em conhecer culturas diferentes adoram este destino, regado a trilhas, passeio de balsa pelo Lago de Irapé, rapel, e, até mesmo, visitas a comunidades e prédios antigos que retratam séculos de história. Os diversos rios que formam o Lago de Irapé encantam com suas águas cristalinas e variedade de canyons com corredeiras que permitem a prática de rafting e ainda é cercado de uma vegetação de cerrado exuberante.

Telefones: 38-3238-1208/38-9902-2991

Presidente: Diná Ferreira da Costa está como presidente e gestora do circuito no lugar de Roger Soares que saiu do circuito há quase dois anos atrás.

Palavra do Presidente

O setor turístico de Minas Gerais vive um momento de desenvolvimento, impulsionado pela organização dos circuitos turísticos, estimulado pela roteirizarão e o planejamento associado. A diversidade de recursos naturais e culturais existentes no Norte de Minas são potenciais turísticos para alavancar o circuito turístico Lago de Irapé e para promover o desenvolvimento econômico e social para as comunidades locais nos municípios envolvidos.

Há que se destacar que a região sempre foi carente em políticas públicas e agora ver a possibilidade de um desenvolvimento contínuo por meio da atividade turística que se apresenta, principalmente na forma da organização de circuitos turísticos.

A criação do Circuito Lago de Irapé, formado pelos municípios de Grão Mogol, Berilo, Chapada do Norte, Cristália e Botumirim pretende atingir metas, objetivos e ações traçadas em prol do turismo e desmistificar o discurso de que as regiões do Norte de Minas e Vale de Jequitinhonha apresentam somente pobreza e carência.

Tal discurso poderá ser mudado se o governo do estado realizar investimentos estratégicos no turismo destes municípios. Essa região de Minas Gerais guarda potencialidades turísticas ainda não totalmente avaliadas; guarda uma riqueza maior representada pelo modo de vida simples e tranqüilo de uma comunidade tradicional.
Esses pequenos pedacinhos do sertão mineiro, situados no Norte de Minas Gerais e Vale do Jequitinhonha, são considerados uma boa alternativa para passeios em trilhas, balsas, prática de esportes radicais, pesca, apreciação da paisagem, o contato com culturas diferentes, possuindo ainda a barragem de Irapé como a mais alta do País e a segunda da América Latina.Que tal embarcar nesta confortável viagem e encantar-se pelas belezas dessas cidades?

Histórico do Circuito

Fundada em 2007, a Associação Circuito Turístico Lago de Irapé é o orgão gestor do projeto de desenvolvimento turístico nos municípios de Grão Mogol, Berilo, Chapada do Norte, Cristália e Botumirim.Pretende atingir metas, objetivos e ações traçadas em prol do turismo e desmistificar o discurso de que as regiões do Norte de Minas e Vale do Jequitinhonha apresentam somente pobreza e miséria. O potencial turístico dessas maravilhosas cidades, se transformou no projeto das prefeituras municipais para o desenvolvimento do turismo integrando cultura, meio ambiente, economia e território. A Associação desenvolve uma série de atividades, destaca-se na organização comunitária e no associativismo. O Circuito tem participado de todas as ações da Secretaria Estadual de Turismo na qualidade de entidade associada desde a sua certificação em 30 de Novembro de 2007, no Clube o Garimpeiro da cidade de Grão Mogol -MG. Essa certificação do biênio 2009/2010 foi renovada em 04 de Abril de 2009 durante o 2º Salão Mineiro de Turismo que aconteceu no Minascentro em Belo Horizonte.O Circuito já elaborou os seus roteiros turísticos, está capacitando a mão-de-obra nas cidades e está divulgando seus atrativos naturais e histórico-culturais. Os impactos desta participação foram importantíssimos na construção de um projeto de desenvolvimento regional que pudesse equilibrar o turismo, a economia, a cultura local e o meio ambiente, com suas paisagens e sua população, com seus interesses individuais e coletivos. Como produto desta participação, surgiu a necessidade de efetivar o plano anual de ações integradas para o desenvolvimento do Circuito Turístico Lago de Irapé para direcionar e executar projetos, pesquisas e ações prioritárias, garantindo-se a existência de uma estrutura permanente de formação que atenda a região do Norte de Minas e Vale do Jequitinhonha. Assim o papel do Circuito será de servir para executar as atividades dos planos anuais, destinados ao setor turístico, para a motivação das comunidades em participar do desenvolvimento das ações de projeto comum, trocando experiências nos diversos campos, de forma colaborativa e de parceria institucional com os demais.


Atrativos Turísticos

a) Circuito Lago de Irapé

Nas regiões do Norte de Minas Gerais e Vale do Jequitinhonha há algumas cidades que conseguem ser maravilhosas graças a suas diversidades de belezas naturais e culturais. Os aventureiros e as pessoas interessadas em conhecer culturas diferentes adoram este destino, regado a trilhas, passeio de balsa pelo Lago de Irapé, rapel, e, até mesmo, visitas a comunidades e prédios antigos que retratam séculos de história. Os diversos rios que formam o Lago de Irapé encantam com suas águas cristalinas e variedade de canyons com corredeiras que permitem a prática de rafting e ainda é cercado de uma vegetação de cerrado exuberante. Para quem acha que paraíso é exagero, eis as razões: as cidades guardam tranqüilidade, povo simples e hospitaleiro, arquitetura fascinante, tradições culturais que seduzem, águas cristalinas, natureza exuberante, cachoeiras e espécies raríssimas de flora, muitas delas, encontradas apenas naquele local. Neste circuito está localizada a barragem de Irapé que é a mais alta do Brasil e a segunda da América Latina, com 208 m de altura. Se nestas poucas linhas, faltaram qualidades para descrever as cidades de Botumirim, Berilo, Cristália e Grão Mogol cabe finalizar com os elogios: o Circuito Lago de Irapé é maravilhoso, paradisíaco.

b) Dicas de viagem

Venha conhecer Grão Mogol e encante-se pelas belezas naturais e histórico-culturais que fascinam, seduzem e retratam séculos da história local. Caminhe pelas ruas que preserva seu traçado original, estreitas e calçadas de pedras.Conheça a Igreja matriz de Santo Antônio, toda erguida em pedras pelas mãos dos escravos. Visite o Parque Estadual de Grão Mogol, com aventura pela trilha do Barão de exuberante cerrado, onde vivem diversas espécies da fauna e flora. Todo trajeto construído pelos escravos com pedras sobrepostas, pequena gruta abaixo da trilha, passarelas suspensas, mirantes e belas paisagens naturais e um delicioso almoço de fazenda, com pratos e doces regionais servidos no fogão à lenha estarão lhe aguardando. Faça uma agradável e leve caminhada pelo cerrado até chegar à cachoeira Véu das Noivas, excelente local para banhos. Em seguida, visite a Praia do Vau, localizada as margens do rio Itacambiraçu, oferece a possibilidade de tomar banho de rio, passear entre pedras, se divertir nas corredeiras do vau em um bote, rapel no canyon do vau e visita a Capela do Vau, toda erguida de pedras.

Prepare-se para conhecer um lugar fascinante. A cidade tem como principal riqueza o seu patrimônio natural deslumbrado, no alto da Serra Geral. Botumirim, com certeza é uma aventura que não pode ficar de fora de seu roteiro de viagem. Passeio a cavalo nas trilhas da Campina do Bananal, com sua exuberante flora, repleta por diversas orquídeas, bromélias e sempre-vivas. Várias possibilidades para a prática de safáris fotográficos, pesquisas científicas e acampamentos. Conheça a Cachoeira Quatro Oitavas. É uma das maiores do circuito, com aproximadamente 75 metros de altura. No local existe opção para acampamento e prática de rapel. Passeio pelo Rio do Peixe. Um dos cenários mais belos da região. Nas margens do rio é possível avistar pedras que foram emolduradas pela ação dos tempos. Passeio por uma agradável travessia de balsa com destino à Berilo.
Cristália possui um território repleto de serras atraentes, uma beleza que resume-se em rios, veredas, grutas, fazendas e um dos mais belos espetáculos da rica natureza do sertão mineiro: o Lago de Irapé, com mais de 80 metros de profundidade. Você poderá passear de balsa e flutuar num imenso aquário de águas cristalinas e se deslocará calma e tranqüilamente em meio a várias espécies de peixes na área do Lago. Para quem gosta de pescar, o local oferece esta opção e também almoçar um delicioso peixe na casa do senhor Rosalino. Passeio ao Morro do Chapéu, favorecendo uma visão panorâmica de toda a região e se encantar com o belíssimo pôr-do-sol.

A cultura tradicional é um dos traços marcantes na cidade de Berilo, com sua Igreja Matriz de N.S. Conceição e o Casarão do Inconfidente Domingos de Abreu Vieira são um dos principais atrativos arquitetônicos e culturais da cidade. Encontramos também a Comunidade Quilombolas Vai-Lavando e Caetetu, as lavadeiras do Mocó e outros elementos importantes que representam a cultura berilense. A casa do artesanato é outro lugar que não pode deixar de ser visto.Berilo tem também boas festas e danças encantadoras.As praias e ilhas formadas pelo Rio Araçuaí são lugares ideais para quem gosta de banhos de rio e para quem deseja descansar e apreciar a paisagem.Berilo é umas das pedras preciosas existentes na região do Vale do Jequitinhonha e é uma das boas opções de visita do Circuito Turístico Lago de Irapé.

Chapada do Norte, terra das riquezas culturais, de ruas estreitas e charmosas. Impossível não se encantar seus casarios antigos e suas Igrejas do século XVIII, como A Capela de Nossa Senhora do Rosário, a Igreja Matriz de Santa Cruz, a Capela de Nossa Senhora da Saúde e a Capela do Bom Jesus da Lapa do séc. XIX.Vale a pena conhecer o Caminho dos Escravos, que levará às Lavras do batatal, onde antigamente era explorado o ouro.Depois poderá conhecer as praias do Rio Araçuaí, localizado no Distrito de Santa Rita do Araçuaí, propício para a prática de rafting, banho e pescaria.Atrações culturais é que não falta na cidade, são muitos os saberes do povo deste lugar, como a comida típica, os meios de produção rural, sem falar no artesanato reconhecido e valorizado em peças de madeira e couro, o trançado de palha de milho, a cerâmica e também os bordados e as rendas. Grande parte desta riqueza é verificada também em suas diversas danças e cantorias, os Grupos Folclóricos existentes em todo o município, as comunidades remanescentes de Quilombo, várias festas religiosas de Congada da comunidade Córrego da Misericórdia e poderá encantar com o Grupo de Congada da comunidade Córrego da Misericórdia.

Cidades do Circuito: Botumirim, Berilo, Cristália e Grão Mogol

Sede do Circuito: Praça Coronel Janjão, 35, Centro, Cep. 39570-000 Grão Mogol MG Tels: (38)3238-1208/3238-1245 e-mail: lagodeirape@yahoo.com.br

Fonte das informações e/ou Autor do texto: Diná Costa

Receptivos:

Agência Guaicuí Turismo Rua D Pedro II, 214
Montes Claros - MG, 39400058
(0xx)38 3690-8080

 

Circuito Lago de Irapé
Circuito Lago de Irapé 

Clique nas imagens para ampliá-las
Voltar
©2010 Todos os Direitos Reservados

Prefeitura Municipal de Grão Mogol - MG - Brasil


Desenvolvido pela 4WAY Web Solutions